Os 25 carros mais belos de sempre

Belo: adj./interj. belo/ adj. Em que há beleza. Que é perfeito para o fim a que se destina. Que satisfaz cabalmente os nossos desejos ou prazeres. Escolhido, distinto.

Todos nós que gostamos de carros, sabemos que um automóvel não é apenas um simples meio de transporte, um automóvel é uma peça de arte com rodas para ser mostrado a toda a gente.

25 - Bugatti Type 35 (1924-1927)

Ettore Bugatti defenia-se a si mesmo como um artista, artista construtor de automóveis. Todos os carros da Bugatti tem um certo charme feminino, tal como uma mulher bela que vê apenas durante uns instantes, mas que jamais teimamos esquecer. A Bugatti é assim, quando se vê um, nunca mais se esquece.
A paixão do seu fundador pelo requinte, pela engenharia e pela competição está bem presente em cada um dos seus modelos. Infelizmente, a morte de Ettore Bugatti em 1947, oito anos depois do desaparecimento do seu filho, quando testava na pista junto á fabrica, wm Molsheim, França, viria a ditar também, o fim prematuro de uma marca cuja a produção ficou pelas 8000 unidades.

"O Bugatti Type 35 é o mais inovador e elegante carro de grande prémio de sempre"
Shiro Nakamura - vice presidente e director criativo da Nissan

24- Porsche 356 (1948-1965)

O primeiro carro de produção da Porsche é, ainda hoje, um dos mais elegantes de sempre. De tracção traseira e motor montado atrás, o 356 era leve, bem construido e tinha excelente manobralidade e aerodinâmica, que faziam deste irmão desportivo do VW Beetle um carro ideal para conduzir tanto em estrada como na pista. Conquistou inumeros fãs ao longo do tempo, nas versões coupé e cabriolet.

"Um clássico do design que sobrevive até hoje entre os desportivos da Porsche"
Gordon Wagener - Director de design da Mercedes-Benz

23 - Lamborghini Aventator 2011

O sussesor do Murciélago apresenta-se na arena automóvel como um touro maior em todos os sentidos. Mais largo, mais potente e com um design ainda mais agressivo, de traços agulares que fazem lembrar um caça, o aventator esconde o primeiro V12 criado de raiz desde o Miura, e um bloco de 6.5 litros com 700cv. Recorre á tracçao integral permanente e não pesa mais que 1650kg. Resultado: uma acelaração dos 0-100km/h em 2.9 segundos.

22 - Fiat 500 (1957-1975)

O citadino de 1957 foi bem recebido todas as classes sociais e étarias e fica para a história como um dos automoveis mais vendidos de sempre da Europa, não apenas pelos traços atraentes da sua carroçaria, mas também pela fiabilidade do pequeno motor de 479cc e com tracção traseira que debitava 13cv de potência. Nascido no optimismo do pós-guerra, o pequeno Fiat 500 acertou em cheio nas necessidades de locomoçãp de uma nova sociedade em crescimento, por ser acessivel, fiavel e económico. Com a graça de tudo o que é realmente pequeno, o 500 original revolucionou as formas dos carros de cidade, matéria que a Fiat já demostrava dominar antes, com o topolino.

"Simpatia sobre rodas e um marco na história da bella italia"
Walter de Silva director de design do grupo VW

21 - BMW 507

O BMW 507 é a origem dos modelos Z3 e Z4. Este automóvel quase levou a BMW à falência nos anos 50. A ideia era produzir um carro que rivalizasse com a Mercedes e Jaguar nas provas automobilísticas. O projeto de venda foi péssimo, saiu pelo dobro do preço que imaginaram vender e, a bem da verdade, não vendeu quase nada.
Foi fabricado de 1956 até 1959 e para os padrões da época, o V8 3.168 cc desenvolvia incríveis 225 km/h. Hoje em dia é super exclusivo,origem de produção artesanal.
Foram fabricadas apenas 252 unidades.

20 . Bugatti Atlantic 1936

Desenvolvido pelo filho de Ettore Bugatti, Jean Bugatti, este 57Sc Atlantic é uma obra de arte do pré-guerra, ispirado no prototipo Aérolithe apresentado em 1935 durante o salão automóvel de Paris. A intemporalidade deste supercarro do século passado, não está apenas nas suas formas e curvas da sua carroçaria, mas também nos 200cv da motorização de 8 cilindros em linha que permite alcançar os 200km/h. Dos quatro Atlantic produzidos pela Bugatti, apenas dois chegaram aos nossos dias. Um integra está na coleção do estilista Ralph Lauren e o segundo é considerado o automovel mais caro de sempre, pois o Automóvel Museum Mullin, na Califórnia, pagou em 2010 mais de 23,4 milhões de euros.

"Uma obra prima da Bugatti. Um carro com um poder e uma elegância incrivel" Thierry Metroz director de Design da Citroen

19 - Ford Shelby Gt 500

Este verdadeiro Muscle car norte americano é também uma estrela da sétima arte, onde contracenou com Nicolas Cage, Angelina Jolie no filme 60 segundos. Quando em 1967 Carroll Shelby desenvolveu este Mustang, tinha como objectivo que este ficasse entre os melhores desportivos mais poderosos de sempre. Motor V8 de 7 litros e 360cavalos com pedrigree.

18 - Ferrari F40 (1987-1991)

Uma Lenda. Desenvolvido para comemorar 40 anos da Ferrari , o F40 éra considerado um super desportivo na época. Muitos afirmam que foi o verdadeiro ultimo Ferrari Old-school. Enzo Ferrari afirmou que " Se Deus fosse um carro, ele era o F40". Desenhado por Pininfarina, foi talvez o pioneiro no que toca á redução de pesos em super desportivos, tal era que o puxador da porta era apenas um simples fio. Com um motor V8 de 478cv, tinha um "ronco" no minimo viciante.

17 - BMW I8

A BMW conseguiy fazer um carro único, incrível, com potência de um desportivo, design digno de uma obra de arte e conforto inigualável. Foi seguindo estas premissas que a BMW produziu o i8.
Além da beleza a ideia ecológica embutida numa máquina com esta perfomance é de louvar.
 O BMW i8 tem 362 cavalos de potencia e um “arranque” de 0 – 100 em apenas 4,4 segundos. A BMW provou ao mundo que os desportivos podem estar ligados questões ambientais sem comprometer a perfomance. Avé BMW


16 - Alfa Romeo 4C

Se você não gostar deste carro, não gosta de sí. Conhecido pelo bom gosto italiano, no que se refere ao design. O Alfa Romeo 4C foi eleito o “Automóvel mais belo de 2013”, através de um inquérito online europeu promovido pela «Eurosport» em parceria com «International Automobile Festival».
O motor do 4C é um 1.8 com 240cv. Pesa apenas 820 kg! O sprint dos 0 aos 100 ficará abaixo dos 5 segundos e a velocidade máxima é limitada a 250km/h. A tração traseira!
Este modelo ditou o regresso da Alfa Romeo aos desportivos, onde a paixão pela velocidade e desenho inconfundível pretendem marcar mais uma vez a história da marca. Sem duvida um verdadeiro carro com «cuore sportivo»!


15 - Aston Martin One-77

A lendária marca inglesa enviou o seu motor V12 para a cosworth e pediu que ele viesse mais "apimentado", o resultado? 750 cv de potência e 15% mais leve. È um gentleman mas ... bruto, rápido e exclusivo. È alias o carro mais rápido desenhado pela Aston. O chassis utiliza fibra de carbono processos de fabrico tal como na aeronautica. Ora isto resulta só em 350km/h em 3,7 segundos dos zero aos 100 e 1,6 milhoes de euros, caso tenha essa quantia não deixe de o comprar.

14 - Alfa Romeo 33 Stradale (1967-1969)

Se lhe disser que este carro é dos anos 60, acreditava? O Stradale era o automovel de competição  para a estrada da Alfa. Desenhado por Bertone, de linhas bem arredondadas com um design incofundivel.

13 - Aston Martin DB5 Zagato

My name is Bond, James Bond! Já o reconheceu certo? foram feitas pouco mais do que 1000 unidades. Com um motor de 282cv e 6 cilindros, foi produzindo entre 1963 e 65. Que pinta de carro..

12 - Porsche 911 964 (1989-1993)

Espetacular e intemporal. A Porsche sempre se preocupou com a opinião dos seus fãs, e estes fãs são dos mais aficionados que o mundo automovel já conheceu. O 964, foi recebido com alguma desconfiança, julgava-se que agora com airbag duplos, eram coisas de senhora, o verdadeiro purista questionava-se se ainda teria a eficácia e desportivismo de outrora. Claro que têm, hoje ninguém se questiona quanto a isso, ainda hoje o conheço só pelo som do motor!


11 - Ferrari 250 GT california Spyder (1969-1981)

Delineado por Pininfarina e construido á mão por Scaglietti. Esta versão California, foi mesmo pensada para desfilar nas avenidas solarengas. Qualquer que seja a faixa étaria, qualquer um ficava bem destro deste carro. Em 2010 um exemplar foi vendido por quase 11 milhões.

10 - Chevrolet Corvette sting ray (1962-1967)

Um dos mais belos carros americanos! Com potências entre 250 cavalos e 435cv. Foi o primeiro carro desportivo inteiramente americano fabricado por uma empresa americana. No início da década de 1950, os carros desportivos europeus com os seus designs arrojados faziam sucesso pelo mundo inteiro, enquanto que o mercado americano só possuía, os pesados Cadillacs e Buicks. Nesse período a General Motors atravessava um momento crítico.Mas foi um dos carros que relançou os motores americanos.

9 - Alfa Romeo 8C 

Considerado o carro mais bonito de 2009. A top gear disse que era "o mais inovador e emocionante de todos os carros lançados". A carroceria é feita em fibra de carbono, e atinge os 293 km/h de velocidade máxima.A sua aceleração 0-100 km/h é de 4,2 segundos. O motor é um 4.7 V8 montado pela Ferrari.

8 - Citroen DS 1955

O Citroën DS foi comercializado desde 1955 a 1975. Desenhado pelo escultor italiano e designer industrial Flaminio Bertoni e pelo engenheiro aeronáutico francês André Lefèbvre, o DS ficou conhecido pela sua carroceria aerodinâmica de design futurístico e pela tecnologia inovadora, que incluía uma suspensão hidropneumática. Era mais uma obra de Bertoni. Parecia que vinha de um filme de ficção cientifica! Oferecia três níveis de altura, dos quais o mais baixo só poderia ser utilizado em auto-estradas. As rodas da frente tinham diâmetro maior que as traseiras, além de tudo isto foi um carro que marcou o mundo automovel.


7 - Ferrari Dino (1968-1976)

Alguns afirmam que o Dino é um modelo da Ferrari equipado com motor V6 central. Que foi produzido para homenagear a Alfredo Ferrari, filho de Enzo Ferrari mais conhecido como Dino, que morreu devido a Distrofia muscular. Por outro lado existem os que dizem que Dino foi um Ferrari de baixo custo, construido a grande escala, com um motor com menos de 12 cilindros, Enzo parece que dizia que nunca devia merecer o emblema do "cavallino rampante"

"Uma revolução de proporsções, com motor central, volúpia dinâmica e expressão de olhar típica dos anos 60. Aquela traseira em forma de dardo é pura história e identidade. A razão pela qual entrei nesta atividade"  J.Mays vice presidente e director criativo do grupo Ford

6 - Ford GT40 (1964-1969)

Ford GT40 foi um carro da Ford, criado por ordens de Henry Ford II para correr nas 24 Horas de Le Mans e destruir o reinado da Ferrari. Para Henry Ford II era questão de honra bater a Ferrari em seu território de domínio. E conseguiu com louvor. Foi este o carro mais importante para a Ford, além de destronar a Ferrari, foi quem deu um novo folgo á Ford, depois de anos de dominio da Chevrolet no mercado Americano.

"Agressivo mas belo" 
Shiro Nakamura - vice presidente e criativo da Nissan

5 - Lamborghini Miura (1965-1972)

O Lamborghini Miura é largamente considerado o marco inicial dos carros desportivos de alta performance, dois lugares e motor central. Na época de seu lançamento, o Miura SV era o carro mais veloz disponível no mercado um verdadeiro exótico.
Mesmo depois destes anos o Miura tem um desempenho ainda invejável. Com quase 400 cavalos de força, faz 4,6 segundos dos 0 aos 100.
O Miura foi também o primeiro Lambo a receber o nome de um touro, tradição essa que ainda hoje perdura.

4 - Lancia Stratos

Lancia Stratos foi um carro feito inteiramente para o rali durante a década de 1970 e o início da década de 1980. Com apenas  492 produzidos, o Stratos é hoje em dia muito raro. Existia um mito que o carro de rallye mais fotografado foi o Alpine A110, contudo, a estatística desmente esse mito - o carro mais fotografado foi a Lancia Stratos .
O Stratos é um tipo anti-social,  bad-boy que todos admiram. Foi criado pelo designer Marcello Gandini, e a "Carrozzeria" foi desenvolvida por Bertone, o mesmo que fez as Lamborghinis Miura e Countach. Aliás, o o conceito Stratos era um desenvolvimento da Alfa Romeo.
Ao contrário do que muitos pensam o Stratos não era frágil, os que dizem isso ainda têm muito que aprender sobre carro. O carro é um autêntico tanque de guerra, os tipos da Lancia conseguiram dar uma durabilidade no motor da Ferrari Dino, que a própria Dino não tem. Sabe o que quer dizer as siglas "HF" ? "high fidelity".

3 - Mercedes 300 SL Gullwing (1954-1957)

Ano de 1952 e o 300 Sl, conhecia glórias na mais importante prova, Le mans. O modelo apaixonou os fãs  e 54 a Mercedes lançou um modelo para estrada.Já naquele tempo o motor de seis cilindros e três litros, utilizava injecção directa a gasolina.Embora não fosse o primeiro carro com injeção de combustível, foi o primeiro a injetar a gasolina diretamente nos cilindros, uma inovação que lhe permitia atingir uma velocidade máxima de 260 km/h – apesar da sua caixa manual de apenas 4 velocidades – tornando o 300 SL Coupé, no carro de produção mais rápido do seu tempo. Mais do que um verdadeiro GT, o Mercedes-Benz 300SL Coupé ganhou uma reputação formidável, não só de elevado desempenho, mas também pela sua qualidade de construção excepcional e design avançado, quando comparado aos desportivos da mesma época.

"Proporções incriveis, um equilibrio perfeito. Poderoso em toda a sua linha. E, claro, as portas em borboleta são um must"
Thierry Metroz director de design da citroen

2 - Jaguar E-Type (1961-1974)

O jaguar E-type foi o melhor carro que alguém poderia comprar, era barato comparado com outros desportivos, Porsche, Ferraris ou Aston. A sua boa aparência fazia virar muitas cabeças por onde passava, aliado a um alto desempenho, fez dele um ícone do automobilismo em 1960. Um grande sucesso para a Jaguar, pois vendeu mais de setenta mil e-Types. Tanto que foi comprado por grandes personalidades como George Best, Brigitte Bardot, Tony Curtis e Steve McQueen.
O E-type é a prova de que a beleza não tem idade, com ar felino, as suas formas dão a sensação de movimento, mesmo quando está parado.
O E-type sofreu várias alterações nas suas verões que começaram em 1961 e terminou em 1974, a ultima versão tinha motor V12, 5,3 litros e 272 cv.

"Nenhum outro carro é tao equilibrado tendo uma frente tão longa"
Ikui Naeda - responsável pela divisão design da Mazda




Numero 1 ?
Fica para você decidir e colocar nos comentários









4 comentários:

  1. E o número 1 só pode ir para o Range Rover, o primeiro modelo e que chegou a ser exposto no Louvre

    ResponderEliminar
  2. O Alfa Romeo 4C não tem 300cv
    convém rever a veracidade do que publicam

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá viva;
      Obrigado pelo reparo, corrigido! ;)

      Eliminar

Obrigado por comentar. O seu comentário é muito útil e importante para que este blog seja actualizado. Porém existe algumas coisas que devem ser bem claras para os comentários:

-Não use palavras de baixo calão
-Os comentários são moderados, portanto seja educado com os comentários.
-Comentários com perguntas serão respondidas nos comentários no blog.
- Por favor não plagie, caso precise de retirar informação deste blog, não se esqueça de colocar a fonte.